O Templo de Poseidon Mencionado por Estrabão Pode Ter Sido Encontrado

O Templo de Poseidon Mencionado por Estrabão Pode Ter Sido Encontrado

Arqueólogos na Grécia encontraram recentemente importantes ruínas antigas em Élida, o local histórico no oeste do Peloponeso.

As fundações de uma estrutura semelhante a um templo foram descobertas durante escavações na acrópole da antiga cidade de Samikon, também conhecida como Samicum.

Pensa-se que os restos, desenterrados por uma equipa grega e austríaca, pertençam ao templo perdido de Poseidon, mencionado nas obras do antigo geógrafo grego Estrabão.

Arqueólogos anunciaram que a estrutura pode ter 25 metros de comprimento.

Espera-se que informações detalhadas sobre o edifício sejam compartilhadas com o público nas próximas etapas.

As escavações, realizadas em cooperação com o Instituto Arqueológico Austríaco, estão previstas para continuar até 2026. O projeto também visa examinar a topografia dos arredores de Semikon e determinar a localização do porto em Samikon.

Estrabão e Geografia

Estrabão foi um geógrafo grego antigo que viveu de 64 aC a 24 dC. Ele nasceu em Amasya, hoje localizada na Turquia. Ele viajou para muitas cidades do Império Romano e descreveu o que viu em sua enciclopédia de 17 livros chamada Geografia.

Estrabão mencionou a existência de um templo dedicado a Poseidon em Semikon. As ruínas antigas encontradas em Semikon são consideradas o templo de Poseidon mencionado por Estrabão.



O conhecimento se multiplica quando compartilhado: