Jomsborg era real? Novas descobertas podem apoiar a existência de um castelo viking do século X

Jomsborg era real? Novas descobertas podem apoiar a existência de um castelo viking do século X

Um achado arqueológico na ilha polonesa de Wolin reacendeu o debate de longa data sobre a existência e o paradeiro do lendário castelo Viking de Jomsborg, do século X.

Wolin
A ilha de Wolin está localizada no Mar Báltico, na costa noroeste da Polônia. Fica a 205 quilômetros a nordeste de Berlim e a cerca de 33 quilômetros da fronteira alemã.

Dr. Wojciech Filipowiak, um arqueólogo do Instituto de Arqueologia e Etnologia da Academia Polonesa de Ciências (Polskiej Akademii Nauk), descobriu evidências convincentes que poderiam potencialmente desvendar um mistério que tem deixado perplexos historiadores e estudiosos vikings por mais de cinco séculos.

O avanço inesperado ocorreu durante a construção de uma torre de observação em um parque público na pitoresca ilha de Wolin, situada no mar Báltico. Enquanto os trabalhadores cavavam fundo na terra, desenterraram restos de artefatos que parecem indicar a existência de uma cidade próspera durante o século X. Essas descobertas provocaram grande entusiasmo na comunidade arqueológica, pois oferecem pistas tentadoras que apontam para a existência potencial de Jomsborg.

Os artefatos descobertos pelo Dr. Filipowiak e sua equipe lançam uma nova luz sobre a história da vida viking, um assunto que há muito permanece envolto em mistério e especulação. Embora os vestígios físicos desta antiga civilização tenham sido enterrados ao longo do tempo, essas descobertas recentes oferecem um vislumbre do passado que cativou a imaginação de estudiosos e entusiastas.

Dr. Filipowiak, que dedicou sua carreira a desvendar os segredos do passado, disse ao New York Times que esta foi uma descoberta verdadeiramente emocionante.1

Apoiado pelo Wolin Archaeology Museum, a pesquisa minuciosa do Dr. Filipowiak já rendeu resultados surpreendentes. Os restos de madeira que a equipe encontrou indicam a presença de uma fortaleza do século 10 no local.

A importância da potencial descoberta de Jomsborg não pode ser exagerada. Se as evidências reunidas pelo Dr. Filipowiak realmente apontarem para a localização de Jomsborg, isso revolucionaria nossa compreensão da história viking e desafiaria as narrativas predominantes em torno dessa era influente. As implicações se estendem além da academia, pois a descoberta sem dúvida atrairia a atenção de historiadores, arqueólogos e entusiastas em todo o mundo, todos ansiosos para explorar as profundezas ocultas da cultura viking.

Enquanto a tentadora possibilidade da descoberta de Jomsborg desperta entusiasmo, o Dr. Filipowiak permanece cauteloso e firme em seu compromisso com a investigação científica rigorosa. Ele reconhece a necessidade de mais pesquisas e análises completas para validar completamente suas descobertas iniciais. A comunidade acadêmica aguarda ansiosamente os resultados abrangentes de seu estudo em andamento, que lançarão luz sobre a verdadeira natureza e significado dessa descoberta monumental.

Onde está Jomsborg?

Diz-se que Jomsborg, de acordo com relatos e sagas históricas, foi uma fortaleza e um centro comercial estrategicamente importante durante os séculos X e XI. No entanto, a localização precisa e a existência de Jomsborg permanecem assuntos de debate e especulação entre os pesquisadores.

As lendas e sagas que cercam Jomsborg falam de um lendário guerreiro chamado Palnatoke, que se acredita ter fundado a fortaleza. Ele tinha a reputação de ser o líder dos jomsviquingues, um grupo de elite e secreto de mercenários e marinheiros. Dizia-se que os jomsviquingues viviam de acordo com um código de conduta único conhecido como Lei de Jomsborg, que enfatizava bravura, lealdade e adesão estrita à honra.

Embora os restos físicos de Jomsborg não tenham sido definitivamente identificados, investigações arqueológicas na ilha de Wolin, na atual Polônia, revelaram vestígios de uma presença viking significativa. As escavações descobriram restos de grandes estruturas de madeira, muralhas defensivas e uma riqueza de artefatos, incluindo armas, joias e objetos do cotidiano. Essas descobertas fornecem informações valiosas sobre a cultura material e a dinâmica social das pessoas que podem ter habitado um assentamento fortificado nas proximidades.

Um dos aspectos mais intrigantes de Jomsborg é sua associação com o renomado guerreiro viking, Harald Blåtand (Dente Azul), a quem se atribui o fortalecimento da fortaleza durante seu reinado. Acredita-se que Harald Blåtand, conhecido por unificar várias tribos vikings sob a coroa dinamarquesa, tenha utilizado Jomsborg como base estratégica para suas expedições militares na região. A fortaleza provavelmente desempenhou um papel fundamental na projeção do poder dinamarquês e no controle das rotas comerciais ao longo do Mar Báltico.

Um salão viking que se pensa ter 1000 anos é desenterrado na Dinamarca

Os jomsviquingues, se de fato existiram, seriam famosos por suas excepcionais habilidades marítimas e proezas militares. Histórias de suas façanhas ousadas e batalhas destemidas foram imortalizadas em sagas como a “saga Jómsvíkinga” e a “saga Knytlinga”. Essas sagas descrevem encontros épicos com exércitos vikings rivais, incluindo batalhas contra o rei norueguês Olaf Tryggvason.2

Jomsborg, Jomsvikings at the Battle of Hjörungavágr
Jomsviquingues na Batalha de Hjörungavágr

A importância de Jomsborg como centro da atividade viking é ainda mais apoiada pela descoberta de artefatos arqueológicos associados ao comércio internacional. As escavações desenterraram itens de terras distantes, incluindo moedas bizantinas e prata árabe. Isso sugere que Jomsborg, se existiu, pode ter servido como um centro vital para o comércio marítimo.

Acredita-se que o declínio de Jomsborg, se de fato floresceu, ocorreu no final do século XI, possivelmente devido a uma combinação de fatores. Alguns relatos históricos sugerem que o rei dinamarquês, Svend Estridsen, lançou um ataque bem-sucedido à fortaleza, levando ao seu eventual desaparecimento. Além disso, a mudança do cenário político da região do Báltico e a ascensão de estados centralizados podem ter desempenhado um papel no declínio de Jomsborg.

  1. A Centuries-Old Mystery – Did This Elusive Viking City Exist?“, The New York Times, Retrieved June 8, 2023^
  2. “The Saga of the Jomsvikings (The Northern Medieval World)”, Þórdís Edda JÓHANNESDÓTTIR & Alison FINLAY (Translators), Medieval Institute Publications, ISBN: 978-1580443111^
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments